“Ajuda‐me a vencer a minha incredulidade!”
Marcos 9.24.b

Sem dúvida alguma, a fé é um requisito fundamental em nossa caminhada com o Senhor. Em Hebreus 11.6 está escrito que “sem fé é impossível agradar a Deus” e, no restante do capítulo, há uma lista de homens e mulheres que marcaram a História pela fé que possuíam. Talvez você realmente se admire de tais pessoas, por terem confiado plenamente em Deus quando tudo parecia contrário. Porém, se você ler um pouquinho mais sobre eles, verá que houve momentos em que a fé de cada um vacilou.

Jesus garantiu aos seus seguidores que, se sua fé fosse do tamanho de um grão de mostarda, nada lhes seria impossível (Mateus 17.20). Mas, como somos falhos, às vezes acabamos fazendo como Pedro: tiramos os olhos de Jesus e prestamos atenção apenas na tempestade. Todos os ventos são contrários, as circunstâncias tornam-se assustadoras demais, duvidamos de que aquilo é possível e começamos a afundar. O interessante nesta história é que, mesmo que a fé de Pedro tenha falhado, ele confiou que Jesus poderia salvá-lo e pediu socorro, e Jesus o impediu de se afogar.

De modo semelhante, o versículo em destaque foi a resposta de um pai desesperado quando Jesus lhe perguntou se acreditava que o filho endemoninhado poderia ser curado. Apesar de a fé daquele pai estar vacilante, o menino foi liberto dos demônios que o atormentavam desde criança.

Pode soar contraditório dizer que, quando perdemos a fé na provisão de Deus, devemos ter fé em sua graça. Mas é isso o que estas histórias nos mostram. Mesmo quando nossa fé falha, Deus continua nos sustentando, pois não é por nossas próprias forças que permanecemos de pé, mas por sua maravilhosa graça. Deus nos prova, em meio à nossa incredulidade, que podemos confiar e descansar em seu agir.

“Quando minha fé vacila e falha, tudo se escurece ao meu redor; com ternura meu Senhor me ampara; pelo seu amor então prossigo”. (Joan L. Sutton)

Extraído : https://www.transmundial.com.br/presente-diario/quando-a-fe-falha/

%d blogueiros gostam disto: